Ensino profissional: as vantagens da Aprendizagem Baseada em Projeto

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

A educação profissional é cada vez mais uma excelente alternativa para adquirir qualificações altamente valorizadas no mercado de trabalho.

A formação leva menos tempo, quando comparada a um curso superior. Além disso, está associada a competências que os setores produtivos estão sempre a precisar.

Em Portugal, o ensino profissional tem muito espaço para crescer, especialmente se levarmos em conta a procura do mercado de trabalho por perfis muito específicos. Cada vez mais as empresas encontram dificuldade para preencher postos de trabalho de cariz técnico.

dreamshaper ensino por projetos

Equilíbrio entre teoria e prática

O sistema de ensino profissional e técnico da Alemanha é um dos mais reconhecidos do mundo. Nesse país, um em cada dois jovens procura este tipo de curso. O funcionamento do ensino profissional na Alemanha é igual em praticamente todos os cursos: o aluno passa dois dias por semana na sala de aula, e tempo restante está a cargo da empresa tutora. 

Levando em conta as especificidades locais, o que outros países podem aprender com o exemplo alemão é a importância do equilíbrio entre teoria e prática. Até porque, muitas vezes, a execução da prática é incentivada mesmo sem qualquer tipo de preparação prévia. 

No ensino por projetos, a pesquisa e o planeamento são indispensáveis. Esses elementos são vistos como forma de envolvimento dos alunos no processo de ensino-aprendizagem. Assim, desenvolvem as competências necessárias para quando chegar a hora de agir profissionalmente.

Estamos a falar, portanto, de um dos principais benefícios da Aprendizagem Baseada em Projeto no ensino profissional. Antes de encontrar um emprego ou um estágio, a aprendizagem baseada em projeto prepara o estudante para o dia-a-dia da sua profissão. 

As intersecções entre teoria e prática, assim como o incentivo à pesquisa, são vistas por especialistas como uma forma de fixar o conhecimento a longo prazo. De facto, trata-se de uma evolução em relação às aulas expositivas tradicionais, focadas simplesmente na transmissão de conteúdo. 

Desenvolvimento de competências socioemocionais

Um dos muitos objetivos do ensino profissional é o combate ao desemprego. Entretanto, para ter sucesso ao promover os jovens no mercado de trabalho, qualquer metodologia precisa ir além das hard skills, as habilidades técnicas. 

É preciso encontrar formas de desenvolver as competências socioemocionais dos alunos. As chamadas soft skills incluem criatividade, resolução de problemas, pensamento analítico, inovação e resiliência – aptidões cada vez mais necessárias aos profissionais do futuro. 

Na ABP, o despertar das soft skills é uma prioridade. A posição do aluno no centro do processo de aprendizagem estimula a competências como autonomia e trabalho em equipa, por exemplo. Ao trabalhar com projetos, desenvolvendo tanto hard como soft skills, o aluno acumula um repertório de experiências singular. Reunido num currículo, esse repertório representa um diferencial competitivo no mercado de trabalho. 

 

Sobre a DreamShaper   

Conheça a DreamShaper – uma ferramenta digital especializada em Aprendizagem Baseada em Projetos. Ele fornece a escolas e universidades projetos pré-definidos que incluem desafios, atividades e problemas autênticos em áreas como pesquisa, empreendedorismo, cidadania e carreira – sempre com a possibilidade de personalizar o conteúdo às necessidades do aluno. Além de ajudar o estudante a desenvolver as habilidades mais importantes do século XXI, a DreamShaper poupa o tempo do professor, que não precisa planear os conceitos e aplicações dos projetos. Por incluir as metodologias prontas a utilizar, a DreamShaper permite que o professor se concentre em quem mais importa: o aluno.  

 

Clique para saber mais sobre a DreamShaper.  

Para agendar uma demonstração da plataforma, entre em contato pelo formulário.  

COMENTARIOS