Como manter os alunos motivados?

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

A motivação é essencial para um bom desempenho na sala de aula.

Em alguns casos, e por diferentes razões, os alunos podem perder a motivação.

Para manter a motivação em alta, é possível seguir diferentes estratégias. Uma muito utilizada é a de prémios e castigos, mas a longo prazo não traz resultados efetivos.

Além disso, se um aluno tem problemas e se comete erros com frequência, acaba por desistir após várias punições. Conseguir bons resultados é mais complexo do que parece, e o importante é aprofundar o conhecimento e a concentração na aprendizagem. Deixamos aqui algumas dicas:

Explique o porquê

Se os alunos não entendem o sentido ou razão do que estudam, vão-se desmotivar. Esta é uma das dicas mais importantes.

Os exercícios, projectos ou matérias que aprendem devem ter um sentido para os estudantes, já que com isso eles podem compreender a utilidade da sua aprendizagem para o futuro. Muitas vezes falamos com os estudantes sobre a importância de determinados temas para o seu futuro, mas tudo lhes parece distante e cheio de incertezas. Isso pode fazê-los não entender o propósito de uma disciplina, por exemplo.

Há situações em que não poderá encontrar uma explicação simples. Às vezes, um aluno quer ser arquiteto e não entende o porquê de estudar música. Nestes casos, contextualize-o com a realidade e mostre-lhe exemplos relacionados. Além disso, se incluir as dúvidas do aluno na realização de um projeto, o aluno será protagonista da sua formação e ficará mais motivado porque compreenderá sozinho os mesmos conceitos que antes o desmotivavam.

Tem que existir progresso

Os seres humanos procuram continuamente melhorar as suas habilidades. Esta qualidade faz, por exemplo, com que as crianças continuem a jogar o mesmo videojogo durante meses ou anos. Cada vez jogam melhor, o que lhes permite continuar a avançar. Se funciona com o jogo, não deveria funcionar também com a formação? A dica está na sensação do progresso, em não ficar parado completando sempre as mesmas tarefas.

Quando um aluno se esforça, mas não percebe como esse esforço impacta positivamente as suas qualificações, perde a motivação para continuar a avançar.

As notas podem não ser a forma mais efetiva de refletir na sua evolução, já que nem sempre mostram o progresso real que o aluno está a fazer – medem as suas capacidades e conhecimentos naquele momento. Os projetos, por sua vez, são melhores ao oferecer desafios que se adaptam a cada estudante. Quando o aluno notar que desenvolveu as habilidades adequadas, perceberá que está a progredir.

Tenha em mente que a sensação de progresso tem que se manter, sem sacrificar a aprendizagem. Ao assumir objetivos, o aluno progride gradualmente e dá-se conta da sua evolução.

Procure também que o aluno compare o seu “eu” atual com o seu “eu” do passado, para que ele próprio compreenda como está a crescer a distintos níveis.

Ofereça autonomia ao ensinar por projetos

A autonomia é outro fator que deve ter em conta quando quiser motivar seus alunos. Isso não exclui o docente do processo de aprendizagem, já que o aluno necessita um nível mínimo de controle.

Dê-lhes flexibilidade e permita-lhes trabalhar nos projetos à sua maneira. Isto quer dizer que os alunos procurarão a forma  de trabalhar que mais se adapte ao seu carácter e ritmo, o que ressalta a importância de supervisão por parte do professor, bem como um processo para guiar os alunos passo a passo.

Sem supervisão, é muito provável que alguns alunos utilizem a sua autonomia como “arma” para não trabalhar. Para evitar que isto aconteça é importante indicar-lhes os objetivos do projeto desenvolvido e os resultados esperados.

Este método motiva os estudantes para avançar, já que se podem organizar como quiserem, utilizar a suas próprias fontes e trabalhar à sua maneira.  Deste modo os alunos não vão apenas atingir o resultado pretendido, mas irão compreender como funciona um posto de trabalho, algo essencial para o seu futuro profissional.

Estas dicas contribuirão para manter a motivação dos alunos. É uma tarefa difícil, mas não impossível. Quer saber como trabalhar por projetos na DreamShaper motiva os alunos?

Agende uma demonstração!

COMENTARIOS